Põe-me como selo sobre o teu coração, como selo sobre o teu braço, porque o amor é forte como a morte, e duro como a sepultura o ciúme; as suas brasas são brasas de fogo, com veementes labaredas. As muitas águas não podem apagar este amor, nem os rios afogá-lo; ainda que alguém desse todos os bens de sua casa pelo amor, certamente o desprezariam (Ct 8: 6-7; Fiel).

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Verdadeiramente, Lucila...

Há letras que eu gostaria de tê-las escrito para você, minha doce Lu...
Há canções que, se eu soubesse, eu as teria composto para você!
Contudo, quem sabe, não fui eu mesmo? E, por um mero descuido estúpido, fui roubado 
e vejo todo meu sentimento exposto por outro, letra e música...
Tudo isto é só para dizer, mais uma vez, que, verdadeiramente, te amo!


Lucila, diga-me apenas isso
Que eu tenho o seu coração
Pra sempre
E que você me quer ao seu lado
Sussurrando as palavras: "Eu sempre amarei você"
E que pra sempre
Eu serei o seu amado
E eu sei que se você realmente se importar
Eu sempre estarei aqui
Eu preciso te dizer isso
Não há outro amor como o seu
E eu, por toda a minha vida
Te darei toda alegria que meu coração e alma podem dar
Deixe-me abraçá-la
Eu preciso tê-la próxima a mim
E eu sinto que com você em meus braços
Este amor vai durar pra sempre
Porque eu estou mesmo
eu estou mesmo apaixonado por você, Lucila
Estou mesmo!!!
Eu perco a cabeça com o seu amor
Eu preciso de você!
E com o seu amor sou livre
E de verdade
Você sabe que ficará bem ao meu lado

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...