Põe-me como selo sobre o teu coração, como selo sobre o teu braço, porque o amor é forte como a morte, e duro como a sepultura o ciúme; as suas brasas são brasas de fogo, com veementes labaredas. As muitas águas não podem apagar este amor, nem os rios afogá-lo; ainda que alguém desse todos os bens de sua casa pelo amor, certamente o desprezariam (Ct 8: 6-7; Fiel).

sábado, 1 de agosto de 2015

Meu filho, não se case!

  • Como mães, sempre vamos ver nossos filhos como bebês, mesmo que já tenham idade suficiente para sustentar sua própria vida. Ao ver meu filho crescer, eu percebo que talvez eu nunca vá estar preparada o suficiente para ajudá-lo a dar o próximo passo, acreditando que ainda não chegou sua hora. No entanto, ao pensar em seu bem-estar e realização pessoal, sei que ele está pronto para esse passo. Então, hoje acho que eu posso dizer: "Filho, não se case antes de saber algumas coisas que eu aprendi ao longo de minha vida para ser feliz no casamento."
    Embora não possamos viver por nossos filhos, está em nossas mãos ensinar a eles que o casamento pode ser lindo e, acima de tudo, que vale a pena. Pessoalmente, eu gostaria que minha mãe tivesse me preparado antes de tomar uma decisão tão importante. Por isso, gostaria de listar algumas das coisas que certamente meu filho e o seu devem ter em mente ao decidir formar um lar:
  • 1. Ame e aprecie sua esposa

    O homem tem um papel e a mulher outro, ambos importantes; nunca menospreze o trabalho de sua esposa. Ela será a rainha do lar que criarão juntos, então ame-a, respeite-a sempre, ajude-a, e agradeça por cada uma das coisas que ela faz em seu lar, tanto para você quanto para os lindos filhos que vocês planejarem. O seu papel, que é igualmente importante, será o de sustentar, dirigir, proteger e acima de tudo, colaborar com sua esposa no cuidado da casa e dos filhos.
  • 2. Não tenha olhos para nenhuma outra

    Quando você tiver uma esposa, lembre-se que vocês decidiram ficar juntos porque são os melhores amigos e companheiros. Nem você, nem ela, devem ter amigos mais íntimos do que vocês dois. Continuem nutrindo as amizades, claro, mas a partir do momento em que decidirem se casar, os amigos de cada um passam a ser amigos dos dois. Nunca dê motivos para que sua esposa sinta-se desconfortável por você cumprimentar suas amigas de uma forma "muito especial."
  • 3. Apoie-a em seus objetivos

    Embora todos devamos ter nossos objetivos individuais, é importante compartilhar algumas metas em comum. Desde a data do casamento, planejar quando ter o primeiro bebê, em que situação vocês devem alugar uma casa maior, até, por que não, praticar um esporte juntos, ler um livro ou desenvolver projetos juntos. Compartilhar objetivos ajudará a estabelecer hábitos familiares.
  • 4. Aproveitem o seu tempo juntos

    Quando chegar em casa, é bom saber sobre o trabalho, o que aconteceu durante o dia, das dificuldades que cada um enfrentou. Mas também desfrutem de estar juntos: riam por bobeiras, se for o caso; conversem sobre o que gostam e o que não gostam; tenham "encontros de namorados". Como homem, nunca perca o romantismo, sempre conquiste-a. Uma mulher apaixonada é uma mulher confiante!
  • 5. Tomem suas próprias decisões

    Não deixe que ninguém intervenha em suas decisões. Você pode ouvir conselhos, mas, no final, apenas vocês dois tomarão a decisão. Por exemplo, onde morar, como decorar a casa, nunca sinta-se pressionado pelos demais para ter um filho, ou para ter um "casal". Apenas vocês saberão quantos filhos irão ter, para qual escola eles irão e como educá-los. É sua família e vocês viverão as consequências de suas decisões.
  • 6. Estabeleçam um modo de vida em casa

    Como em qualquer sociedade, deve-se estabelecer limites e regras desde o início. Não precisam pedir "permissão" um ao outro, vocês são "sócios" nesta bela aventura. Falem sobre que coisas vocês esperam ou não do casamento, isso facilitará chegar a acordos. Por exemplo, conversem e decidam juntos que tarefas serão suas e quais serão da sua esposa no lar, como vocês irão pagar as contas, como planejar a nutrição da sua família, a educação dos filhos, etc.
  • 7. Tenham Deus em sua vida

    Tenham em mente que sua casa deve ser um pedacinho do céu, e onde Deus estiver, sempre haverá harmonia, amor e caridade. Ajoelhem-se juntos e orem antes de tomar decisões, sejam gratos, e serão inspirados sempre.
  • 8. Seja você mesmo

    Mostre que a história de que "todos os homens são iguais" não é verdade. Faça com que sua qualidade de homem seja honrosa, trabalhe, seja forte espiritualmente e nunca abuse de sua força moral ou física. Que você sempre esteja satisfeito com as coisas que você faz todos os dias.
    Como mães, devemos nos preparar para ver nossos filhos crescerem e formarem suas próprias famílias. Não viva isso como uma perda: é realmente uma oportunidade de ouro para ensinar ao seu filho sobre a porta para um caminho maravilhoso, no qual você pode encontrar grande alegria. Ver seu filho feliz, certamente, também vai fazer você muito feliz.
    Traduzido e adaptado por Sarah Pierina do original Hijo mío, ¡no te cases!.

Um comentário:

Cida Kuntze disse...

Olá casal 20!!!
Tudo bom com vocês?
Gostei muito do texto.
Precisamos sim preparar nossos filhos pro casamento.
Tenho uma filha, juvenil ainda, mas o tempo voa, então, desde que ela nasceu eu oro pra que Deus apresente a pessoa certa, segundo o coração dEle pra ela.
Ensinamos aqui em casa a importância de saber esperar em Cristo e no tempo certo, Ele mostrará a pessoa certa.
E com certeza, ela tem que ser uma mulher virtuosa, para que a sua casa seja um pedacinho do Céu. Que ela seja uma boa esposa um dia.
Com as nossas atitudes de casal temos que mostrar aos nossos filhos a beleza do casamento.
Tenho uma amiga que nunca se casou, pois em casa só via o sofrimento da mãe e as muitas brigas do casal, isso influenciou negativamente na sua vida.
O nosso exemplo vai fazer toda a diferença, pois eles nos escutarão.
Um grande abraço e que Deus continue os abençoando.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...