Põe-me como selo sobre o teu coração, como selo sobre o teu braço, porque o amor é forte como a morte, e duro como a sepultura o ciúme; as suas brasas são brasas de fogo, com veementes labaredas. As muitas águas não podem apagar este amor, nem os rios afogá-lo; ainda que alguém desse todos os bens de sua casa pelo amor, certamente o desprezariam (Ct 8: 6-7; Fiel).

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Petição






Para Lucila Ribas
 
Seria lícito solicitar aos céus morrer ao teu lado?
Poderia, amada minha, expressar esta vontade?
Ou, definitivamente, estaria tudo determinado:
Porque ao sol foi-lhe imposta a via que lhe cabe!

Todavia, se não me for dado mudar o encerrado,
Seja a cor desta linha ou a arte de tua tapeçaria,
Ao menos, dizer-te deste desejo que me invade:
Fenecer em meu leito, tendo a ti e ao teu beijo!

Ainda que eu não possa afastar de mim este cálice
- findar minha vida distando do calor de teu braço -
(Se é que me fora isto mesmo pelos céus reservado) 
Derramo em gotas de sangue este meu desagravo!

Confesso-te, Lucila, a minha oração de todo dia
Que aos céus eu faço, é uma petição de ousadia:
Não me importa do rompimento do cordão a hora,
Desde que eu esteja em teu colo como estou agora! 

Fábio Ribas

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...