Põe-me como selo sobre o teu coração, como selo sobre o teu braço, porque o amor é forte como a morte, e duro como a sepultura o ciúme; as suas brasas são brasas de fogo, com veementes labaredas. As muitas águas não podem apagar este amor, nem os rios afogá-lo; ainda que alguém desse todos os bens de sua casa pelo amor, certamente o desprezariam (Ct 8: 6-7; Fiel).

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

CINCO RAZÕES PORQUE AS PESSOAS TRAEM.

Crédito: Thinkstock e Portal Amo Família
O livro “The Normal Bar”, dos pesquisadores Chrisanna Northrup, Pepper Schwartz e James Witte (publicado em 2013), traz a pesquisa mais extensa do mundo sobre relacionamentos, revelando os principais motivos pelos quais as pessoas traem.
Os dados foram coletados em 2011, sendo avaliadas mais de 100 mil pessoas e contando com a ajuda de parceiros como os veículos de comunicação The Huffington Post, Readers Digest, AARP, iVillage e AOL. Os resultados da pesquisa foram divulgados nesta semana no The Huffington Post e revelaram que 33% dos homens e 19% das mulheres admitiram ser infiéis.
Entretanto, os entrevistados salientaram que a frequência da infidelidade importa e que há uma grande diferença entre um caso de uma noite só e um padrão de traição constante. O relatório mostrou que: 17% das mulheres que tinham sido sexualmente infiéis e 23% dos homens que também agiram dessa forma disseram que a traição aconteceu apenas uma vez; 36% das mulheres e 33% dos homens disseram que a infidelidade ocorreu de duas a cinco vezes. Porém, mais de 40% dos homens e mulheres infiéis admitiram que traíram com mais frequência.

Para alguns casais, a falta de comunicação, afeto e atração, que podem acontecer com o passar do tempo, acabam contribuindo para o desejo de trair. O livro “The Normal Bar” (em tradução livre “a barreira regular”) mostra que a perda de prazer sexual ou de frequência de relações pode deixar até mesmo os casais felizes vulneráveis.

A pesquisa presente no livro mostrou quais são as situações em que a traição é mais provável e como geralmente elas ocorrem. Confira abaixo.

Amigos próximos

Você já se sentiu atraída por um amigo ou um colega de seu companheiro? Segundo a pesquisa revelou, 86% dos homens e 85% das mulheres disseram que não achavam que algum amigo deles poderia ser atraente para os seus respectivos parceiros.

No entanto, parece que eles se enganaram, pois, quando a questão foi revertida, os pesquisadores descobriram que quase a metade (45%) dos homens e mais de um quarto (26%) das mulheres, na realidade, se sentem atraídos por amigos (as) de seus parceiros e tentados a infidelidade.

Segundo o The Huffington Post, a melhor defesa para isso é uma boa vida sexual com o parceiro. As pessoas que estão extremamente satisfeitas sexualmente são muito menos propensas a trair o par com um amigo, enquanto 52% daquelas que estão insatisfeitas responderam que têm vontade de “pular a cerca”.

Viagens de negócios

De acordo com a pesquisa, uma viagem de negócios pode parecer divertida se você não viaja muito, mas muitas pessoas que viajam com frequência não passam necessariamente por stress absurdo e noites solitárias. A situação (muitas vezes inevitável) de conhecer alguém no avião, aeroporto, restaurante ou no hotel pode ser um contraponto agradável em relação à rotina de um trabalho cansativo.

Estar longe dos olhos da família, amigos e cônjuge pode fazer com que a traição ocorra com mais facilidade. Segundo os resultados da pesquisa, mais de um terço (36%) dos homens e 13% das mulheres disseram que cederam à tentação em uma viagem de negócios. O livro mostra que a vulnerabilidade à tentação durante viagens de negócios aumenta muito entre 6 a 9 anos de relacionamento.

O que surpreendeu os pesquisadores é que não importa quão felizes esses homens e mulheres estavam em seus relacionamentos ou mesmo quão satisfeitos eles estavam sexualmente em casa. Alguns entrevistados simplesmente não conseguem resistir a uma oportunidade sexual fácil de esconder (em outra cidade ou país).

Uma antiga paixão

O reencontro com uma antiga paixão pode ter efeitos arrebatadores, principalmente nas mulheres. De acordo com a pesquisa, quase um terço (32%) das mulheres que admitiram cair em tentação disseram que estavam com um antigo namorado, contra 21% dos homens. E a zona de perigo para que isso ocorra é de dois a cinco anos em um relacionamento sério, quando a taxa de infidelidade salta para 42%.

Sexualmente entediado

O tédio sexual foi a razão que 71% dos homens e 49% das mulheres infiéis deram para a infidelidade. Mesmo as pessoas entrevistadas que são muito felizes em seus relacionamentos admitiram que “curam” a monotonia sexual com outra pessoa.

Vingança por infidelidade do parceiro


Algumas pessoas que foram traídas acabam pagando na mesma moeda, traindo apenas por vingança. No entanto, essas são minoria, sendo apenas 9% dos homens e 14% das mulheres que disseram ter tido relações com alguém como vingança para a infidelidade do parceiro.

A pesquisa mostrou ainda que aquelas pessoas que dizem ter muita “energia sexual” ou que dão a desculpa de que não conseguem viver na monogamia também estão de forma atuante nas estatísticas. Esses foram os motivos de infidelidade de 46% dos homens e 19% das mulheres.

2 comentários:

Tom Alvim disse...

Resumo a uma única razão...o pecado! Gostei do artigo, abraços Fábio.

CORAÇÃO QUE PULSA disse...

Amiguim...
A infidelidade hoje está tão normal, que fica difícil saber em qual círculo de ambiente ou amizade mais ocorre.
Minha irmã me disse essa semana:
Minha irmã...não fique esperando por um homem bom, amoroso, fiel, ISSO! NÃO EXISTE MAIS. Amiguim, fiquei tão triste.
Só DEUS nessa causa.

Beijos nas mocinhas, fiquem com DEUS.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...