Põe-me como selo sobre o teu coração, como selo sobre o teu braço, porque o amor é forte como a morte, e duro como a sepultura o ciúme; as suas brasas são brasas de fogo, com veementes labaredas. As muitas águas não podem apagar este amor, nem os rios afogá-lo; ainda que alguém desse todos os bens de sua casa pelo amor, certamente o desprezariam (Ct 8: 6-7; Fiel).

quinta-feira, 31 de maio de 2012

Blog do Samuel - SEXO E OS BLOGS (IV)

Nas próximas postagens (uma por dia), queremos prestar uma homenagem aos blogs que o Casal 20 lê, publicando posts em que esses blogs abordaram o tema da sexualidade. Boa leitura!

____________

A intimidade assusta. Por isso ninguém quer intimidade com ninguém. E não estou falando de sexo, por favor! Estou falando de intimidade (e ponto). Intimidade sexual é outra coisa (que poucos têm). Têm sexo, mas não têm intimidade; por isso tem tanta gente insatisfeita, mesmo transando tanto...

Hoje falo de intimidade. Imprescindível aos bons relacionamentos, às amizades duradouras, às caminhadas permanentes. Quando nos permitimos viver com intimidade em relação a quem amamos, então vamos mais longe. Casamentos acabam por falta de intimidade, não por falta de sexo. Amizades se desfazem por falta de intimidade, não por falta do que falar, e igrejas se tornam frias e se dividem por falta de intimidade, não por falta de liturgias e ritos religiosos.

A intimidade é fundamental para qualquer relacionamento. Um casamento cheio de intimidade é outro casamento! Ele enfrenta o que vier pela frente e não se desfaz, porque há intimidade. O mesmo acontece com igrejas cheias de intimidade e com amigos íntimos.
Só assim aprendemos de fato a chorar com os que choram e a nos alegrar com os que se alegram (Rm. 12:15). A intimidade me faz desvendar o coração e entender que serei aceito e amado, não por uma presumida e aparente perfeição, mas por ser quem sou. Curiosamente eu me identifico mais com aqueles que têm defeitos semelhantes aos meus, do que com os que têm as minhas virtudes.

Nessa caminhada tenho aprendido que Deus é a favor da intimidade. Ele mesmo me diz: “A intimidade do Senhor é para os que o temem, aos quais ele dará a conhecer a sua aliança.” (Salmos 25:14). E mais: “...porque o Senhor abomina o perverso, mas aos retos trata com intimidade." (Provérbios 3:22).

Esse modo de viver atrai pra junto de mim quem não suporta mais a superficialidade dos relacionamentos descartáveis e modernos. Por outro lado, também me sinto atraído por quem vive sem máscaras, diz o que pensa (educadamente, por favor) e não tem medo da autenticidade, não receia declarar o poema de sua autoria, nem teme mostrar a todos o quadro que acabou de pintar, nem ainda teme cantar e tocar à platéia de amigos a última música que compôs. Só quem tem muita coragem faz isso. Só quem tem muita coragem revela quem é. Só quem não tem medo da intimidade age assim...

A intimidade me expõe e revela quem sou. É verdade que ela machuca às vezes, quando ingenuamente me entrego a quem não é íntimo, e muito menos quer intimidade. Mas ela sempre me abençoa quando encontro gente cansada da velha e superficial religião, quando encontro os que só querem a Jesus.

Com estes eu me esbaldo, torno-me íntimo. Meus melhores amigos são assim. Eles confessam uns aos outros os seus pecados (a quem se ofendeu, claro), e são perdoados. São cheios de amor (e de defeitos), mas não abrem mão da intimidade que vem da cruz.

Quer viver uma vida cinza e enfadonha? Fique certo, você consegue. É só manter as aparências e viver distante de tudo e de todos.

Mas se quiser viver a “vida abundante”, então prepare o coração para andar com Aquele que não escondeu nada de você, antes se abriu, se deu por completo. Quem anda de perto com Jesus sabe o que é intimidade.

Esse sim é o caminho para uma vida que vale a pena ser vivida.

E então? Quer andar comigo?

3 comentários:

Cris Campos disse...

Nossaaa! Desse jeito não sei se aguento! Que lindo e verdadeiro esse texto do Samuel, amei mesmo! Vai exatamente ao encontro do que penso e sinto. Intimidade é fundamental, ela está em conexão direta com cumplicidade e, juntas, geram frutos abundantes de respeito, carinho e bem querer. Intimidade verdadeira mesmo, revela e aquece, não comporta em si superficialidades e nem sentimentos mesquinhos, antes inebria a alma de quem nela se dá e recebe. É conexão interior, onde o raso se rompe, revelando, sem receios ou julgamentos, o que SE É e o que SE QUER. Demais Fábio!! Olha, quem me dera escrever como Neruda... Certamente é para mim fonte de preciosa inspiração, já que em um aspecto, bem peculiar, me identifico com ele, derramo a alma com todas as letras e pontuações possíveis! É nesse derramar que literalmente minha intimidade é revelada ao vento... Gr. Abrç. Fábio!

p.s.: Interessante, antes de vir aqui, estava justamente escrevendo sobre isso! Incrível!

Mariani Lima disse...

Verdade! Lembrei do teu texto do Shrek e do burro. Intimidade é tb sentir o cheirinho de cebola do outro. rsrs.. Abraços.

lis disse...

Muito bom o texto.
Gostei e fiquei fã rs
Obrigada pela visita e comentário.
Fico mias um pouquinho aqui lendo ,conhecendo,sentindo.
um abraço

* por favor elimine as letrinhas que o blogger inventou, nao tem segurança alguma, só servem ora dificultar os comentaristas(?) com letras misturadas ,quase ilegíveis.
Vá lá em configuração e diga não rs
desculpe a "intimidade" rs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...