Põe-me como selo sobre o teu coração, como selo sobre o teu braço, porque o amor é forte como a morte, e duro como a sepultura o ciúme; as suas brasas são brasas de fogo, com veementes labaredas. As muitas águas não podem apagar este amor, nem os rios afogá-lo; ainda que alguém desse todos os bens de sua casa pelo amor, certamente o desprezariam (Ct 8: 6-7; Fiel).

sábado, 10 de março de 2012

Lucila - Semana Internacional da Mulher!

O Blog Casal 20 encerra hoje a sua semana de homenagens ao Dia Internacional da Mulher. Inauguramos esta nossa série com a Norma Braga. Terça, trouxemos a Regina Brasília. Quarta, a Márcia Suzuki. Quinta, a Thelma de Oliveira. Sexta, a. E evidentemente, só poderia encerrar homenageando a mulher que é a razão deste blog existir. O blog Casal 20 nasceu como homenagem à minha esposa, Lucila, por estarmos completando 15 anos de namoro. Assim, retorno com um texto que escrevi à época de nosso aniversário de casamento. E também o vídeo que fiz para declarar um pouco do muito que essa mulher significa para mim.

Lucila, meu amor, parabéns!
____________________________

Minha esposa é minha cúmplice!

   Um post para celebrar  
o nosso aniversário de casamento.

Sempre que penso em nós dois, em mim e na Lu, vem-me à mente a palavra cumplicidade. Esta, escandalosa para algumas pessoas, traz consigo um forte aspecto cultural de ilegalidade, criminalidade, “formação de quadrilha”. Todavia essa é apenas uma de algumas acepções possíveis. Hoje, gostaria de refletir acerca do casamento sob toda beleza e estigma que a palavra cumplicidade carrega.

Certamente, a primeira definição que o Houaiss nos apresenta vem do ambiente do direito penal: fala-se de alguém “...que contribui de forma secundária para a realização de crime de outrem”. Ora, mas se o casamento entre um homem e uma mulher, esta instituição chamada família tradicional, tem sido uma pedra de tropeço para muitos que tem lutado pelo new establishment, então, evidencia-se o crime que cometemos aos olhos destes: insistir que o matrimônio é uma instituição divina, que foi planejada originalmente para firmar a aliança entre um homem e uma mulher para a glória de Deus.

Por extensão, Houaiss indica que a palavra cumplicidade pode ser aplicada, tão simplesmente, àquela pessoa que “colabora na realização de alguma coisa; sócio, parceiro”. A partir daqui, fica menos espinhoso o uso do verbete, pois é fácil de perceber que o casamento visa a co-laboração, o trabalho, o labor dos dois em prol de um mesmo objetivo. Nestes termos, não há casamento sem sociedade, sem parceria. A família é uma equipe, a sua melhor equipe! Sempre digo às minhas filhas: “Olha! Somos uma equipe, vocês fazem parte da equipe do papai”! Não podemos nos abandonar, nos dividir, pois até o diabo sabe que um reino dividido contra si mesmo cai, vai à bancarrota. A família é um time, no qual todos somos verdadeiramente responsáveis pelo sucesso dessa maravilhosa empreitada de glorificar a Deus tanto nos nossos sucessos, quanto nas nossas derrotas; tanto na saúde, quanto na doença; tanto no amor, quanto na dor; tanto na alegria, quanto na tristeza. Este foi o pacto, esta é a aliança. Casamento é um pacto e surpreendo-me quando vejo que o diabo e seus anjos conseguem compreender isso muito melhor do que a própria Igreja de Jesus. O diabo entende de pactos; muitas vezes, a Igreja não.

Há outra acepção, segundo Houaiss, há um sentido figurado “que apresenta intenção repreensível, maliciosa ou sugestiva”. Verdade, essa malícia ocorre toda vez que os olhares se postarem indevidamente para fora dos limites do matrimônio. Entretanto, quando nossos olhos se voltam sempre sobre o nosso cônjuge, veja a ironia da linguagem, posso muito bem sugerir ideias deliciosamente calientes para minha esposa e ela fazer o mesmo para mim e, indubitavelmente, nada disso será repreensível a Deus.

Minha esposa é minha cúmplice! Porque, ainda segundo as acepções de Houaiss, ela possibilita, favorece, concorre à favor da realização do meu ministério. Quero, portanto, respondê-la em amor: fazer sempre o mesmo por ela. Quando eu ainda estava noivo da Lu, a minha oração a Deus mais frequente era: “Senhor, faz de mim um homem de verdade para ela”. Todos sabemos que, infelizmente, muitos casamentos são acéfalos por estarem destituídos de homens que assumam suas devidas responsabilidades como homem, marido, pai. Como dizem, não basta estar casado, tem que participar: participar da vida do cônjuge!

Enfim, na história dessa palavra cumplicidade, há lições que deveríamos trazer para dentro do nosso casamento. Veja: cumplicidade e complexidade andam juntas, como que por um charme da língua portuguesa. É necessário a complexidade desta união ou, dizendo de outra maneira, é preciso este estar junto na cumplicidade complexamente. Vamos brincar um pouco mais com as palavras?

Cumplicidade, complexidade, complicar... Por que não? Mas só no bom sentido dessa com-plica-ção, que é “estar junto, dobrado na mesma pele, enroscado sobre a mesma dobra”. Então, estejamos assim bem juntinhos, bem complicadinhos, para nunca descomplicar esse cordão de três dobras e podermos curtir essa benção maravilhosa de estar casado.

Para que nossos amigos conheçam um pouco melhor (ou matem a saudade) daquela que tem se aventurado ao meu lado há 15 anos, fiz um novo vídeo sobre a cúmplice deste blog e de toda minha vida:  

video


A todos os nossos amigos, parentes, presentes por todos estes anos e aos que estão chegando agora e aos que ainda virão, nossos sempre muito afetuosos abraços!


5 comentários:

CORAÇÃO QUE PULSA disse...

"Então, estejamos assim bem juntinhos, bem complicadinhos, para nunca descomplicar esse cordão de três dobras e podermos curtir essa benção maravilhosa de estar casado."

LINDO DEMAIS!
QUE DEUS CONTINUE FAZENDO DESSA MULHER...UM NAVIO MERCANTE.
CONSERVANDO VALORES MAIORES QUE O DE RUBI.
AQUECENDO A CASA COM LÃ E CINGINDO OS SEU LOMBOS DE FORÇA.
POIS TODA A SUA CASA...ANDA FORRADA DE ROUPA DOBRADA.

QUE DEUS OS ABENÇOE...SEMPRE.

Tatiana zwirtes disse...

que lindoooooooooooooooooooooooooo parabéns,,,que Jesus derrame suas bençãos sobre vcs hoje e sempre...
amei o post...muito interessante aproveitei muito bem ele...passando para deixar um big bj e desejar um excelente fim de semana..http://papodetati.blogspot.com/

Casal 20 disse...

Clélia, que presente lindo que você nos proporcionou! Muito obrigado!

Abraços sempre afetuosos.

Fábio.

Casal 20 disse...

Tati, que bom saber que o nosso post foi tão significativo para você. Volte sempre, minha amiga. Abraços sempre afetuosos.

Fábio.

Mariani Lima disse...

Fábio, Adorei as homenagens e vc fechou com chave de ouro.
Adoorei !!!
Parabéns pelos seus 15 anos de namoro! Q Deus continue abençoado e que vcs continuem se esforçando para manter essa cumplicidade que é mesmo indispensável em um relacionamento à dois. Q essa equipe de vcs permaneça unida.
Abração!!! Fica com Deus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...