Põe-me como selo sobre o teu coração, como selo sobre o teu braço, porque o amor é forte como a morte, e duro como a sepultura o ciúme; as suas brasas são brasas de fogo, com veementes labaredas. As muitas águas não podem apagar este amor, nem os rios afogá-lo; ainda que alguém desse todos os bens de sua casa pelo amor, certamente o desprezariam (Ct 8: 6-7; Fiel).

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Porque eu amo esse teu sorriso franco de varandas - Cantares de todos nós (XI)

A mulher e a casa (João Cabral de Melo Neto)

 

Tua sedução é menos
de mulher do que de casa:
pois vem de como é por dentro
ou por detrás da fachada.
Mesmo quando ela possui
tua plácida elegância,
esse teu reboco claro,
riso franco de varandas,
uma casa não é nunca
só para ser contemplada;
melhor: somente por dentro
é possível contemplá-la.
Seduz pelo que é dentro,
ou será, quando se abra;
pelo que pode ser dentro
de suas paredes fechadas;
pelo que dentro fizeram
com seus vazios, com o nada;
pelos espaços de dentro,
não pelo que dentro guarda;
pelos espaços de dentro:
seus recintos, suas áreas,
organizando-se dentro
em corredores e salas,
os quais sugerindo ao homem
estâncias aconchegadas,
paredes bem revestidas
ou recessos bons de cavas,
exercem sobre esse homem
efeito igual ao que causas:
a vontade de corrê-la
por dentro, de visitá-la.


Há poemas que gostaria de ter escrito a ti, minha doce Lu... Mas outros já o fizeram, mesmo sem te conhecer. É porque, na verdade, são versos sobre o mar universal - essa natureza feminina que assusta - oceano ao qual pertences.  

Há poemas que gostaria de ter escrito a ti, mas me foram roubados antes que eu imaginasse escrevê-los. É porque, na verdade, são versos de terceiros que se apaixonaram pela Mulher que há em toda mulher. E é quando mais feminina te fazes que mais eu encontro este homem apaixonado por ti que há em mim. 

É este teu sorriso franco de varandas! É tudo isso que há por detrás da tua fachada. É essa tua beleza de casa, porque é quando te abres, quando te passeio por dentro, é que conheço o melhor dessa tua beldade - e me causa esse efeito: a vontade de corrê-la por dentro, de visitá-la.

Te amo. 

F. R. 

3 comentários:

disse...

Que lindo! Este sorriso é lindo demais né Fabio?? Deus os abençoe sempre. Paz e bom dia meus querido!

Cacá - José Cláudio disse...

Esta analogia é uma das mais belas para se chamar à porta de uma casa/mulher que a gente ama. Espetacularmente belo! Abração e ótima semana, Fábio. Paz e bem.

Tais Luso disse...

Olá! Vim conhecer o blog do casal 20 e agradecer os amáveis comentários deixados no Cacá e no Porto das Crônicas. Vou ler com calma as matérias que , já deu pra ver, são de primeira. Também estou seguindo o blog!

Beijos
Tais Luso

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...