Põe-me como selo sobre o teu coração, como selo sobre o teu braço, porque o amor é forte como a morte, e duro como a sepultura o ciúme; as suas brasas são brasas de fogo, com veementes labaredas. As muitas águas não podem apagar este amor, nem os rios afogá-lo; ainda que alguém desse todos os bens de sua casa pelo amor, certamente o desprezariam (Ct 8: 6-7; Fiel).

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Porque o amor é mais forte do que a morte!


Eu estava assistindo ao ótimo filme “Compromisso precioso”, quando me dei conta de que conhecia algumas outras histórias também verídicas de casais que superaram situações de dificuldade no casamento. Casais que decidiram continuar amando tanto na saúde como também na doença, tanto na alegria como na tristeza, tanto no amor como na dor. Estou aqui hoje para compartilhar 3 dessas histórias.

Eles estavam na banheira e conversavam, enquanto ele declarava o seu amor por ela. Ele a acariciava e distribuía seus carinhos pelo corpo de sua amada. Estava tudo perfeito naquela noite. As palestras daquele Encontro para Casais da Igreja tinham sido muito boas. O tema naquele dia fora: verdade no casamento. Agora, era chegado o “momento do quarto”. Evidentemente que as crianças estavam na casa dos avós, assim aquelas noites do Encontro de Casais prometiam ser uma gostosa nova lua de mel. Contudo, inesperadamente, ela abaixou a cabeça e começou a chorar. “O que foi, meu amor? Disse alguma coisa que você não gostou?" - perguntou o marido. “Eu não posso continuar... eu estou mentindo para você...”, respondeu ela. Ali, sem entender bem o que estava acontecendo, ele a virou para limpar as lágrimas da sua esposa. Então, olhando nos olhos dele, ela confessou: “Eu me apaixonei por outro homem...

3 comentários:

。♥ Smareis ♥。 disse...

Que linda a história, vou passar pelo link depois.Beijos e ótimo começo de semana.
Smareis

Ŧєrηαηðα Cαrvαlhσ disse...

Oiiiiiiiiii Rô!!! Fique a vontade de copirar as imagens q vc gostar!! Amei sua visita e seus comentários! Mto obrigada! Desculpe a demora em responder, é o tempo....rsrs. Seu blog tbm é mto informativo e super interessante, andei lendo alguns posts, aliás os dois blogs rsrs...vou tentar acompanhar vc...bjus =)

Pri disse...

Olá amigos boa noite!

Esté é um belo texto, ótimo para refletirmos e avaliar nossas ações porq com o passar do tempo além de achar que o conjuge por estar debilitado se tornou um fardo,também nos acomodamos na relação achando que temos mais a receber do que a dar.
Casamento é pra vida toda,e o respeito e companherismo mutuo são itens raros, como bem podemos observar.

E olha achei excelente está frase que foi escrita por vocês lá no blog da Rô:

Educamos nossos filhos para escolher amizades certas, bons empregos, gastar e poupar dinheiro, etc. Precisávamos também educar nossos filhos para escolher certo no que concerne a vida a dois, há critérios mínimos para essa ecolha (embora concorde que não é promessa de 100% de garantia, mas, pelo menos, fica a certeza de que, no que tange a nossa responsabilidade, fizemos conforme manda o figurino).

Entre erros e acertos, o importante é preparar nossos filhos para amanhã serem bons conjugês.

Lembranças da Pri!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...