Põe-me como selo sobre o teu coração, como selo sobre o teu braço, porque o amor é forte como a morte, e duro como a sepultura o ciúme; as suas brasas são brasas de fogo, com veementes labaredas. As muitas águas não podem apagar este amor, nem os rios afogá-lo; ainda que alguém desse todos os bens de sua casa pelo amor, certamente o desprezariam (Ct 8: 6-7; Fiel).

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Ana, minha filha, eu vou te levar para trabalhar no circo!


Ana, minha filha, eu vou te levar para trabalhar no circo! - sempre brinquei com isso desde que Ana Lissa começou a fazer suas “coisinhas engraçadas”. Ela vira o polegar totalmente para trás, vira o dedo mindinho mais que 90 graus para trás, ela pega o pé e passa por trás do corpo e da cabeça e brinca, nessa posição, de roer a unha. “Aninha, vamos treinar aquele número da palhacinha que entra dentro da caixa e fica parecendo um boneco de pano, toda dobradinha na pequenina caixa, vamos?”, ríamos dizendo isso para ela, porque ela sempre foi bem "molezinha". Ana é a nossa primogênita: a nossa linda bonequinha de pano! Mas, um dia, Ana Lissa caiu!

LEIA MAIS DESTE TEXTO, É SÓ CLICAR AQUI EM CIMA.

2 comentários:

disse...

Deus abençoe a Aninha. Paz!

Pri disse...

Olá Fábio e Lucila,boa tarde!
O texto não é de autoria minha não.
Este é o link da Fonte:

http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2011/08/110809_crianca_allan_boton_mdb.shtml

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...