Põe-me como selo sobre o teu coração, como selo sobre o teu braço, porque o amor é forte como a morte, e duro como a sepultura o ciúme; as suas brasas são brasas de fogo, com veementes labaredas. As muitas águas não podem apagar este amor, nem os rios afogá-lo; ainda que alguém desse todos os bens de sua casa pelo amor, certamente o desprezariam (Ct 8: 6-7; Fiel).

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Jesus em casamento gay em Caná... Isso é possível? (Blog Agenda Gay)

Isso é ofensivo para você? Você ainda não viu nada do que vem por aí...
Espero que você compreenda que a militância gay não é apenas uma defesa de direitos por causa de um gosto pessoal. A militância gay é uma nova interpretação do mundo, uma interpretação política, filosófica e teológica.
 
Todos os cristãos, e a maioria dos ocidentais, estão familiarizados com a história do milagre de Caná, onde a água foi transformada em vinho. Raramente, porém, há qualquer discussão de quem é que ia se casar. Você já considerou a possibilidade de que ele pode ter sido, você sabe, um casamento gay? Um teologo católico defende que foi, na introdução de seu livro, "Queer Theology".
 
Loughlin reflete sobre a história da Festa de Casamento em Caná (João 2: 1-11), que geralmente pensamos em termos do famoso milagre. Ele faz a pergunta, "Quem é que foi casado?".


Ele começa com um tema familiar a partir da teologia bíblica, que simbolicamente apresenta o casamento de Cristo com seus discípulos, e, mais amplamente, todos os cristãos. Os discípulos eram em sua maioria do sexo masculino, e "a igreja" certamente inclui os homens, assim, a nível simbólico este é (também) um casamento gay. Mas é no nível mais literal que se torna realmente fascinante. Aparentemente, houve uma antiga tradição na Igreja primitiva, até a Reforma, que o casamento era o casamento do próprio Cristo - João, o "discípulo amado". (Lembre-se que na famosa Última Ceia, João colocou a cabeça no peito de Jesus. Ou até mesmo em seu colo. Vários estudiosos aceitam que houve uma relação íntima entre os dois homens, nomeadamente Theodore Jennings).


Loughlin descreve como essa idéia foi articulada no apócrifo Atos de João, no qual é dito que João quebrou seu noivado para "ligar-se" a Jesus. Esta foi, aparentemente, uma vertente comum em alguns no pensamento alemão medieval, mesmo até a Reforma, e é visualmente ilustrado em obras de arte que sobreviveram. Em um "Libellus de João Evangelista", uma pintura da festa de casamento, é dito da característica de um Cristo barbudo sentado ao lado de um imberbe, João andrógino - a quem, diz Loughlin, ele parece prestes a beijar. No "Admont Codex", ilustrado manuscrito de Santo Anselmo, "Orações e Meditações", uma ilustração em duas partes mostra a história de João. Em um deles, João é visto deixando sua esposa. Depois, ele está deitado no chão com a cabeça no peito de Jesus, enquanto o próprio Jesus está ternamente acariciando o queixo de João.


É esta tradição "verdade"? Nós não podemos saber. Na Escritura, por causa das névoas produzidos pela língua estranha, por uma tradição literária diferente, e por causa do remoto contexto histórico/cultural, é impossível de se aproximar da "verdade" por detrás do texto literal. Não importa. Mesmo sem aceitar essa idéia literalmente, isso é o suficiente para eu saber que ela era outrora amplamente aceita na tradição mística e para incorporá-la à minha resposta.


É quando Loughlin vai além do "significado" do texto, isto é, para as suas ironias múltiplas que a diversão começa. Neste caso, encontrei-me literalmente rindo com a Escritura. Pois, se é verdade que a consagração do vinho eucarístico em sangue de Cristo é prefigurada na transformação em Cana da água em vinho, então podemos ver que em cada Missa estamos comemorando o próprio casamento de Cristo com os Seus (masculino) discípulos. Cada Missa pode ser vista como um casamento místico gay. Essa missa é celebrada por um padre que se comprometeu com o celibato e jurou a si mesmo não procriar, então é esperado que ele pregue contra o casamento gay para outras pessoas - porque o relacionamento homossexual masculino, sendo incapaz de procriar, é "intrinsecamente desordenado". O sacerdócio, por sua vez, é executado por uma confraria semelhante no Vaticano, que se reproduz através do recrutamento e não de reprodução biológica - e castiga a comunidade homossexual enquanto que, para os seus próprios, a reprodução é social, não biológica.
 

"A ameaça representada por gays e lésbicas à família e à sociedade é muitas vezes proclamada por homens - com o nome "pais" (padres) - que prometeram nunca gerar filhos. O Papa vive em um lar de tais homens - um verdadeiro palácio de "eunucos" por Cristo - que se reproduz por convencer outros a não procriar. Dar-nos a recusa à fecundidade - o estilo de vida celibatária - também não é uma ameaça à família e à sociedade?" - Loughlin, a introdução de "Queer Theology"

Gostou? Ou você pensava que a luta da militância gay era só por direitos iguais? Leia mais. E compreenda a extensão da cosmovisão da agenda gay.

Fonte

11 comentários:

Anselmo Melo disse...

Muito importante esse post meus irmãos.As vezes tenho a impressão que a maioria dos Cristão ainda não acordaram para os reais objetivos desses sodomitas.Precisamos denunciar a plenos pulmões o que esse movimento realmente almeja.A maioria absoluta se quer tem noção disso.
Paz!

Casal 20 disse...

Pastor Anselmo,verdade!

Na maioria das vezes, percebo que as pessoas estão confundindo a simples existência homossexual com o real perigo da militância gay. Esta é muito mais profunda, extensa, filosófica e perigosa do que uma simples questão de direitos.

É preciso que a Igreja perceba o aspecto político da causa da militância e não se deixe enganar pelos aparentes discursos de "queremos apenas o direito de ser feliz". Há muito mais por trás do que temos visto, ouvido e testemunhado na mídia pró- plc122.

Abraços sempre afetuosos.

CORAÇÃO QUE PULSA disse...

AMIGO...Lembrei-me de quando o Faraó manda matar TODOS os MENINOS Hebreus.Isso foi feito porque o povo de DEUS crescia MUITO e ele tinha que fazer algo para parar com esse aumento."Matemos os Homens porque assim não nascerão mais filhos." O MUNDO HOJE, quer parar o EVANGELHO de DEUS que cresce.Havendo casamentos homosexuais! como nascerá no futuro FILHOS?!
...Só faltava essa!
Dizer que JESUS era gay.
"MAUDITO O QUE BLASFEMAR CONTRA O ESPÍRITO SANTO DE DEUS"

Tenha misericordia dessa geração...
Um abraço amigo.
FICA COM DEUS.

Muito boa a História dos índios...leio todas.

Fabi Ribas disse...

Posso dizer que achei engraçado o texto???
Vou explicar..
Quando fui lendo me veio na cabeça a história do amor e Stevie Wonder...sabe??
"Deus é amor.
O amor é cego.
Steve Wonder é cego.
Logo, Steve Wonder é Deus."
É mais ou menos isso que o texto fala, vai criando logica pra um texto explicitamente claro...
Ridiculo!!!..Agora pq jesus não casou e sabemos todos porque ele era homossexual....Pra onde será q iremos??
bjs primo..saudades...

disse...

Pois é e ainda tem crente que defende uma coisa desta, isso vai muito mais além de uma simples questão como você disse Fabio. A 20 anos atrás ninguém imaginaria que a igreja do senhor seria perturbada por homossexuais, quem imaginava isso? a coisa é bem mais séria do que parece, e muitos estão dormindo concordando com isso se dizendo que pensam rss. Paz Fabio.

Casal 20 disse...

Prima! Verdade. É uma lógica ilógica, falácia pura!!!

Abraços sempre afetuosos.

Casal 20 disse...

Clélia, cada coisa, não? Precisamos olhar para a causa da militância gay como um levante da cosmovisão pagã, a mesma contra a qual o cristianismo já se debateu há mais de dois milênios.

Abraços sempre afetuosos.

Casal 20 disse...

Rô, indiscutível, não?

Como disse um gay amigo meu: "O buraco é mais embaixo".

Abraços sempre afetuosos.

Pri disse...

Oi Casal boa noite!
Vejo que está é uma questão que ainda está longe de ser resolvida.
Vim convida-los a estar conhecendo este blog: http://britocappa.blogspot.com/
È o blog do meu esposo, se gostarem podem seguir também.
Abraços afetuosos da Pri.

Joelma Rocha disse...

Olá amigos!

Seria cômico se não fosse trágico...
Confesso que ainda fico espantada quando leio sobre essas coisas. Estou convencida de que de que os adeptos dessa "militância" querem uma transformação política , filosófica e teológica, mas me surpreendo com suas táticas e seus argumentos deturpados.

Quando a gente pensa que já viu de
tudo...francamente...

Parabéns mais uma vez pelo blog, obrigada por nos proporcionar informação dentro da cosmovisão cristã!!

Grande abraço!!!

Anônimo disse...

13-Levítico 18:22
22 Com homem não te deitarás, como se fosse mulher; ABOMINAÇÃO é;

14-Levítico 20:13
13 Quando também um homem se deitar com outro homem, como com mulher, ambos fizeram ABOMINAÇÃO; certamente morrerão; o seu sangue será sobre eles.
Deuteronômio 22:5
5 Não haverá traje de homem na mulher, e nem vestirá o homem roupa de mulher; porque, qualquer que faz isto, ABOMINAÇÃO é ao SENHOR teu Deus.
4-Malaquias 3:5
5 E chegar-me-ei a vós para juízo; e serei uma testemunha veloz contra os FEITICEIROS, contra os adúlteros, contra os que juram falsamente, contra os que defraudam o diarista em seu salário, e a viúva, e o órfão, e que pervertem o direito do estrangeiro, e não me temem, diz o SENHOR dos Exércitos.

5-Apocalipse 21:8
8 Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos FEITICEIROS, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre; o que é a segunda morte.

6-Apocalipse 22:15
15 Ficarão de fora os cães e os FEITICEIROS, e os que se prostituem, e os homicidas, e os idólatras, e qualquer que ama e comete a mentira.
BOM SE ISSO NÃO RESPONDE ALGUMAS PERGUNTAS NÃO SEI O QUE FALAR, E OUTRA COISA SE ENTRE DOIS HOMENS OU DUAS MULHERES NASCER UM FILHO(A) EU RASGO A BIBLIA E JOGO FORA. DEUS NÃO ABOMINA O HOMOSEXUAL MAS SIM A HOMOSEXUALIDADE. JESUS AMA VCS E QUER TIRAR DEÇA CRISE EXISTENCIAL.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...