Põe-me como selo sobre o teu coração, como selo sobre o teu braço, porque o amor é forte como a morte, e duro como a sepultura o ciúme; as suas brasas são brasas de fogo, com veementes labaredas. As muitas águas não podem apagar este amor, nem os rios afogá-lo; ainda que alguém desse todos os bens de sua casa pelo amor, certamente o desprezariam (Ct 8: 6-7; Fiel).

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Porque só Deus conhece a verdade por trás de um sorriso - um post em homenagem ao clã dos Ribas

video

Minha prima, Fabiola, publicou várias fotos antigas (bota antigas nisso!) da nossa família. My Gosh, vi minha mãe de shortinho curto e apertadinho (mas mãe, que moda era aquela?!). 

Bem, vi nas fotos, também, o pai da minha mãe e lembrei-me que dancei uma vez para ele. Dancei para a família. Verdade. Como todo bom pré-adolescente dos anos 80, eu me vestia com uma jaqueta do Michael Jackson; andava fazendo poses do Michael Jackson e, pior, ainda inventava de fazer apresentação de dança para a família.

Lembro mesmo! Era o apartamento da Tijuca (ou do Grajaú?), RJ. Mas me lembro que, num passo mais ousado, em que levantava a perna "igual" o Mickael Jackson, quase derrubei meu avô da cadeira de rodas. Teria sido um vexame. Bem, o "moonwalker"? É claro que eu sabia fazer aquilo, do contrário, nem me arriscaria a escrever este post agora. 

Então, num surto de saudade de família (e daqueles bons tempos) provocado pelas fotos que você postou, Fabiola, hoje resolvi postar Michael Jackson interpretando a belíssima música de Charles Chaplin, smile. Pois é, o eterno peter pan não sabia só dançar muito bem, mas, veja só, a música ficou lindíssima!

Ele, Michael Jackson, disse que essa era a música que ele mais gostava. Para quem acompanhou toda a carreira do astro (como eu acompanhei), entende bem o porquê da predileção por essa música. 

Bem, antes que me escrevam dizendo desaforos, verdadeiros ou caluniosos, sobre Michael, já adianto logo: só Deus conhece a verdade por trás de um sorriso.

A música é linda e triste, assim como parece ter sido a vida de Michael.

Sentados: Vovô e Vovó. Em pé: Tio Roni, mamãe, tia Doli, tia Doris, tio Roseny, tia Regina e tia Cecília - eis o clã dos Ribas (vocês não estavam pensando que eu ia postar aquela foto com a minha mãe de shortinho, ora, bolas! Por favor!!!)




























Meu avô? Lembro, naquele apartamento do RJ ainda, a diabetes avançada, ele deitado naquela cama. Entrei no quarto e o vi ali: um avô que eu admirava pela ausência dele, pelos livros que ele lia e que também escrevia. Mas ele estava ali, fixado, sem poder ler e nem escrever seus livros, e eu apenas uma criança que não tive a oportunidade de conhecê-lo um pouco melhor. Aproximei-me. Ele de olhos fechados. Toquei numa de suas mãos e, como nunca havia feito antes, acarinhei meu avô, passando meus dedos pela sua mão pálida. Quanto tempo durou aquele meu gesto inusitado? Indizível. Mas, de repente, parei. Ele abriu os olhos e uma lágrima atravessou seu rosto, lágrima que atravessa essas minhas lembranças até hoje... Então, meu avô dirigiu seus olhos para mim e disse, naquele momento, a palavra que nunca mais esqueci: "Obrigado"!

Abraços sempre afetuosos aos Ribas, família que sempre amarei.

11 comentários:

Fabi Ribas disse...

Com todas as minhas lagrimas nesse momento, nem sei se consigo escrever agora, mas acho que no calor do momento sou capaz de passar tudo o q sinto...
Me lembro, absolutamente, de todas essas suas estorias, me lembro de vc dançando na sala e quase acertando vovo (não faço ideia de quantos anos eu tinha, mas a visão é clara!), me lembro, mto mto triste desde final dele e de quanto eu sofri com isso e ainda sofro, de quanta saudade tenho dele, e de quanto eu perdi.. Quando eu era pequena e sentia mta saudade dele, uma vez, disse pra mamãe: nossa! mas pq vovô deixou a gente tão cedo.. Ela me disse: n foi cedo minha filha, ele ja era bem velhinho..Eu n tinha essa noção ainda, pra mim todo avô era velinho e n fez mta diferença pq a saudade era imensurável.
Me lembro q tinha 7/8 anos quando ele se foi, e o quanto sofri e sofro ate hj, o quanto a minha vida mudou depois disso. Foi a partir desse momento q me senti sozinha...
A minha ligação com ele sempre foi mto proxima, e sua partida me fez mto mal e me faz ate hj. Talvez, como todos dizem, tive um vovô q poucos tiveram, um vovô de amor carinho e compreensão, me sentia mto amada...
E quanta saudade me faz ouvir: pipilaaaaaaa!!!!
Super bjs Fabio....amei a lembrança....

Fabi Ribas disse...

Naõ sou capaz de falar nada sobre o MIchael, alias se tiver q falar falarei bem, pq falarei do q pode ser provado, das suas grandes doações e visitas a hospitais e orfanatos, quando ao resto... CONCORDO MAIS AINDA COM VC... ~só Deus sabe de tudo...bjssss

Carla disse...

Lembrei eu mesma do meu avô, em circunstâncias parecidas, é sempre bom guardarmos lembranças que nos enriquecem eternamente.
Parabéns pela postagem!!
abraços.

Ligian disse...

Fábio,
Essas lembranças são mesmo mujito gostosas, né? Fico feliz que você tenha tido tempo de fazer um gesto simples e que tocou tanto seu avô e que essa lembrança feliz te acompanhe. Quantas pessoas não têm essa oportunidade, não é mesmo? Uma pena sempre esperarmos ter tempo pra tudo...
Obrigada por compartilhar!
Bjim!

Casal 20 disse...

Prima! Verdade, muitas lembranças, muitas histórias para recordarmos. Rirmos e chorarmos juntos - esses são os Ribas.

Abraços sempre muito afetuosos (é muito bom, Fabiola, estar assim tão pertinho de você de novo, ainda que virtualmente)!

Casal 20 disse...

Carla, precisamo guardar essas lembranças e com muito carinho.

Família é muito bom!

Abraços sempre afetuosos.

PS- Gostei desse seu novo avatar, parece que está pronta para a batalha (rsrsrs).

Casal 20 disse...

Ligian, é preciso aproveitar.

Perdi minha irmã mais velha numa noite de natal há três anos, contudo, naquela noite, reunidos em família, tive a oportunidade de dizer para ela que Deus a amava e que eu também. Sequer imaginava que três horas depois de nos despedirmos, ela já não estaria mais conosco.

Abraços sempre muito afetuosos.

Ysanne Ravena Costa '-' disse...

Amo demaais esses Professores! que na verdade,CONSIDERO MESTRES!!
saudades! amei esse blogger!

Casal 20 disse...

Ysanne!!!!

Saudades!!!!!

Ôoooooooooooooooohhhhhhhhhhhhh!!! São Sebastião bom demais, terra boa!

Menina, te ver por aqui só encheu meu coração de felicidade!

Volta sempre, que essa casa aqui é sua também. Ysanne, quanta saudade da minha tão dedicada aluna.

Abraços sempre muito afetuosos.

disse...

Sorria enquanto seu coração esteja doendo, você descobrirá que ainda vale apena sorrir. Linda esta musica smile, amo demais esta letra e melodia ainda mais na vós do Michael Jackson, ja ouviu na vós de Nat King Cole?? é linda também. É meu amigo, você me fez chorar agora com esta palavrinha no final "Obrigado" me lembrei do meu velho ano passado quando disse isso ao meu marido no hospital. No dia seguinte veio a falecer. Linda esta homenagem. Paz querido!

CORAÇÃO QUE PULSA disse...

Família...É o BARCO que navega em alto MAR sem NUNCA nos deixar AFUNDAR.Clélia2010

Beijos casal20
Fiquem com DEUS.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...