Põe-me como selo sobre o teu coração, como selo sobre o teu braço, porque o amor é forte como a morte, e duro como a sepultura o ciúme; as suas brasas são brasas de fogo, com veementes labaredas. As muitas águas não podem apagar este amor, nem os rios afogá-lo; ainda que alguém desse todos os bens de sua casa pelo amor, certamente o desprezariam (Ct 8: 6-7; Fiel).

sábado, 29 de janeiro de 2011

Sabá - Cantares da Felicidade (III)




Bem-aventurados os teus homens,
bem-aventurados estes teus servos que estão sempre diante de ti, que ouvem a tua sabedoria!
I Reis 10:8

Em quais lugares temos buscado a felicidade? 

Como não sabemos de fato o que pode nos trazer felicidade, não sabemos também onde procurá-la. Como consequência, terminamos por achar falsas experiências de felicidade. 

Muitos têm vivenciado momentos de êxtase e de alegria, de riso e de satisfação, todavia, seria a bem-aventurança uma coleção de momentos distribuídos insatisfatoriamente pela vida do ser humano? Segundo as palavras do poeta: "Trsisteza não tem fim/ Felicidade, sim"!

A Rainha de Sabá, que também ansiava encontrar a verdadeira bem-aventurança, descobriu-a, assim como Moisés, no Deus de Salomão. Ela veio de longe atrás de ver e ouvir o testemunho da sabedoria encontrada no Rei Salomão. Vendo essa sabedoria e tudo o mais que Deus fizera naquele povo, ela reconheceu o Deus de Israel, chamando-O pelo nome: Yaweh! A Rainha de Sabá descobriu que é feliz aquele que está próximo dos escolhidos de Deus. Felizes são os que de perto podem ver as maravilhas operadas por Deus no meio dos que Ele escolheu. Deus tem levantado pessoas sábias em meio à confusão dos nossos dias para pregarem a fonte da verdadeira bem-aventurança: aproximemo-nos delas!

Reconhecer, discernir em meio aos chilreios e murmurações quem são as pessoas verdadeiramente sábias, aquelas que são benditas exatamente porque foram alvos da salvação, da proteção e da defesa divinas: isto se constitui em maravilhosa bem-aventurança!

A Rainha de Sabá ouviu falar da fama do Rei Salomão e veio de longe em busca do Deus desse rei. Nesse pequeno episódio, se realiza a razão de ser de toda a Antiga Aliança: os povos seriam atraídos ao Deus de Israel pelas coisas maravilhosas que Ele fazia no meio do Seu povo. “Serás luz para as nações” - eis a ordenança de Deus para seu povo. 

Ora, Salomão não foi perfeito, cedeu aos caprichos de suas esposas, construiu templos idólatras e sofreu as consequências danosas de seus pecados. O Reino de Salomão, o grande reino de Israel, se dividiu e nunca mais pode se ajuntar por causa dos pecados de Salomão. Este, contudo, ao fim da vida, pode avaliar sua época de ouro e os efeitos de seus atos profanos e retornou ao caminho da Sabedoria, como vemos no livro de Eclesiastes, que foi escrito ao fim da vida desse rei.

Então a Sabedoria nos diz: Bem-aventurado o homem que me dá ouvidos, velando às minhas portas cada dia, esperando às ombreiras da minha entrada (Pv 8:34). Assim foi com a Rainha de Sabá, que reconheceu que estar às ombreiras da Sabedoria é bem-aventurança maravilhosa; e assim será conosco, se nos aproximarmos da Sabedoria como fonte da felicidade que pode saciar a nossa sede. 

Jesus é a Sabedoria de Deus.

Então, em quem devemos procurar a felicidade que transcenderá este mundo? Naquele que habita no meio do Seu povo!

 



6 comentários:

disse...

Então, em quem devemos procurar a felicidade? Jesus, Ele é a sabedoria. E devemos ficar perto daqueles que o tem como Deus. Como este casal abençoado aqui, por isso fico pertinho de vocês, só lendo e aprendendo sempre. Paz e bom fim de semana!

Casal 20 disse...

Rô, alegria quando andamos entre os que servem ao Senhor!

Alegramo-nos pela nossa comunhão contigo.

Muito obrigado pelo carinho.

Abraços sempre afetuosos.

Moyses Alexandre de Godoi disse...

Li seu comentário no Blog da Rô, louvado seja Deus pela sua ousadia, que Deus lhes dê sempre no abrir da boca a palavra certa, no momento certo para os corações que Ele mesmo já tenha preparado, volto com mais tempo para dar uma olhada com a devida atenção nos seus textos, para que não acabe esquecendo estou lhes seguindo, assim fico atualizado com seus posts!

Graça e Paz...

http://evangelhotransparente.blogspot.com/

Casal 20 disse...

Caro, Moyses, também já andei visitando seu blog. Gostei muito.

Volte sempre, a nossa casa também é casa para vocês.

Quanto ao que escrevi, só eu sei do lamaçal que Deus me tirou e, por isto mesmo, sei que não há nada que eu possa fazer para agradecer a misericórdia do Pai.

Ainda assim, quero publicar sempre sobre o poder regenerador do Espírito Santo e o sangue precioso de Jesus, que não apenas perdoa, mas também nos PURIFICA de toda lama pecaminosa.

Toda Glória a Ele.

Abraços sempre afetuosos.

Rita disse...

Paz,Boa tarde cx
Bem aventurado o homem que reconhecer a felicidade nEle,Cristo.
O sermão das bem aventuranças é um retrato perfeito daqueles que de fato conhecem o caminho da sabedoria e herdarão tão grande felicidade.
Vamos nos alegrar em quem é nossa real felicidade,e nos aproximar dos irmãos.
Abraço em Cristo,e felicidades!!

Oh! quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união.Sl 133;1

Casal 20 disse...

Rita, parece mesmo que a internet também é essa oportunidade dos irmãos se aproximarem uns dos outros.

Abraços sempre afetuosos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...