Põe-me como selo sobre o teu coração, como selo sobre o teu braço, porque o amor é forte como a morte, e duro como a sepultura o ciúme; as suas brasas são brasas de fogo, com veementes labaredas. As muitas águas não podem apagar este amor, nem os rios afogá-lo; ainda que alguém desse todos os bens de sua casa pelo amor, certamente o desprezariam (Ct 8: 6-7; Fiel).

sábado, 8 de janeiro de 2011

O beijo - Cantares de Salomão (II)

"Beije-me ele com os beijos da sua boca; porque melhor é o teu amor do que o vinho. Suave é o aroma dos teus ungüentos; como o ungüento derramado é o teu nome; por isso as virgens te amam" (Ct 1: 2-3).

O beijo desejado pela mulher apaixonada. O verso arrancado do anseio, da espera, da ausência que não se sacia. A mulher apaixonada que expressa claramente os seus desejos, sem jogos ou subterfúgios. A mulher que fala. Nada se insinua, nada se esconde. Tão pouco, ela se coloca no papel de coagida, tímida ou distante. Ela deseja. Não há metáfora no verso, não há ainda comparação alguma. O livro é iniciado com essa lâmina cortante do desejo expresso em toda sua sinceridade. Sim, o desejo feminino pelos beijos da boca do homem amado.

A primeira fala de um ser humano na Bíblia é ocasionada pela admiração. O primeiro verso surge da boca de Adão extasiado pelo vislumbre daquela que agora era "osso dos meus ossos e carne das minhas carnes". Agora, mais uma vez, o verso da admiração. A admiração que surge do simples, do cotidiano, do comum alcançado pelos olhos de todos nós, mas que poucos, muito poucos são capazes de perceber.

Há prazer na Bíblia e o prazer aqui não é masculino, mas é expresso por uma mulher que não reprime ou esconde aquilo que sente: prazer. Quelquer beijo? O beijo fruto do amor, porque o amor dele por ela é melhor do que o vinho. A qualidade do amor que nos falta à nossa geração carente da embriaguês causada pelo verdadeiro amor. A embriaguês sublime não se encontra nem nos melhores vinhos. É no amor dele para com ela que se identifica o melhor beijo. O beijo profundo, inebriante, prazeroso do amor verdadeiro.

Há prazer sensitivo que se derrama como taça do melhor vinho da boca da mulher amada. O prazer das impressões sensoriais. O corpo dela totalmente envolvido no fato declarado de se encontrar totalmente apaixonada. Paladar, olfato e audição se misturam, agora, numa sinestesia, impulsionados pela força do amor. O perfume dele, suave e leve. O cheiro do corpo do amado que se estende ao nome dele. O nome, um perfume derramado. Que mistura de sentidos! Que celebração do corpo, criação prazerosa de Deus. O corpo, que para muitos filósofos gregos era a prisão da alma, é para Deus digno da ressurreição da carne. A carne retornará. Essa carne cantada, provada, cheirada pela mulher apaixonada não será condenada à terra e nem ao aniquilacionismo. Deus, o criador do nosso corpo, tem um plano maravilhoso para ele e os homens não podem rebaixá-lo à vulgaridade e ao animalismo e, nem tampouco, sublimá-lo à categoria dos seres celestiais que não se entregam uns aos outros em casamento.

Por isso as virgens desejam o corpo do amado, por ser o corpo fonte de prazer e de experiências sensoriais inefáveis àquelas que aguardam castas a vinda do seu amado. Esta exaltação do corpo, da pele, do cheiro, do sabor nos vem inaugurando essa peça de maravilhosa beleza e nos vem dos lábios desejos de uma mulher.

6 comentários:

disse...

Maninho, tem um selinho lá pra ti no meu blog. Estou te indicando como: Esse Blog é Top, recebi e estou indicando alguns, pegue lá. Bjs e fique com Deus. Paz!

Casal 20 disse...

Rô, querida!

Estamos agradecidíssimos!

É uma deferência muito carinhosa da sua parte.

Vamos correndo pegar o selo... bem, se demorarmos um pouquinho é porque estamos nos enxugando da água da piscina (rsrsrsrs).

Muito obrigado mesmo, Rô.

Velvet Poison disse...

Beijo é expressão profunda e sincera de afeto. E em outro aspecto, é o termômetro da química a dois...

Bom domingo!

Casal 20 disse...

Velvet, querida, belo domingo!

Estamos de férias e nesse corre-corre estressante entre uma piscina e outra fica um pouco mais difícil o nosso acesso à inter. Mas as saudades do seu blog são sinceras.

Volte sempre!

disse...

Fabio vc deixa eu colocar depois este texto lá no meu blog?? Depois de amanhã ok. Ele é lindo. Paz.

Casal 20 disse...

Rô, querida!

Claro, é um privilégio para nós estarmos lá no seu blog.

Desculpa a demora em responder, mas é que o acesso à inter nas férias está mais limitado.

Abraços sempre afetuosos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...